Ex-subsecretário de tratamento penitenciário fluminense é preso pela Polícia Federal

A Foto Políacia Federal do Brasil
Foto Políacia Federal do Brasil

Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal prendeu no sábado (17/3), no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, um ex-subsecretário adjunto de tratamento penitenciário da SEAP (Secretaria de Estado da Administração Penitenciária). A ação é um desdobramento da operação Pão Nosso, no âmbito da Lava Jato, desencadeada na última terça-feira (13/3), e que apura fraudes envolvendo contratos de alimentação para detentos do sistema carcerário do Estado.

Ele estava em Miami, nos Estados Unidos, e se entregou à Polícia Federal após contato entre os investigadores e seu advogado. Ele seria o responsável por levar a propina para o núcleo da organização criminosa, fazendo a ligação entre o ex-subsecretário de administração penitenciária, e o responsável pela Iniciativa Primus, OSCIP responsável pelo fornecimento da alimentação aos detentos. O preso da manhã do sábado foi levado à Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, de onde será encaminhado ao sistema prisional do Estado, e responderá pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A operação Pão Nosso foi desencadeada em conjunto pela Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e Receita Federal do Brasil.

Cabe assinalar que a informação foi fornecida pela Agência de Noticias da Polícia Federal.

21143587_1845144122177382_2035606119375699968_n
Patrocinado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: