Federais do Brasil flagram ação criminosa em Santa Catarina

  • No decorrer das apurações, foi averiguado que o investigado utilizava nome falso e que havia sido condenado pela Vara Criminal de Matinhos/PR há cerca de 20 anos. Desde então, usava diversas identidades falsas para não se apresentar à Justiça brasileira.
  • Foi apurado que o investigado teria praticado outros crimes utilizando nomes falsos, e  que ele e sua companheira estariam movimentando recursos consideráveis, inclusive transitando pelas fronteiras com o Uruguai e Paraguai

cropped-a-foto-polc3adacia-federal-do-brasil10.jpgCriciúma/SC – Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal deflagrou na manhã do dia 15 de maio a Operação Mentionica, que se trata de um desdobramento de prisão em flagrante por evasão de divisas, ocorrida no último dia 16/4, de indivíduo abordado pela Polícia Rodoviária Federal, na rodovia BR- 101, quando transportava USD$ 20 mil, diversas outras moedas estrangeiras e uma caixa com medicamentos entorpecentes, muitos usados no golpe conhecido como “boa noite cinderela”. Ele voltava de viagem ao exterior, sem que tivesse comunicado à repartição federal competente que portava tais valores.

Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e três mandados de busca e apreensão, na cidade de Blumenau/SC, expedidos pela 7ª Vara Federal de Florianópolis/SC, especializada em crimes financeiros e de lavagem de dinheiro.

No decorrer das apurações, foi averiguado que o investigado utilizava nome falso e que havia sido condenado pela Vara Criminal de Matinhos/PR há cerca de 20 anos. Desde então, usava diversas identidades falsas para não se apresentar à Justiça brasileira. Há indícios de que teria se evadido do Brasil e confeccionado passaporte falso, tendo sido deportado da França após ter cumprido pena privativa de liberdade pela prática de roubo, quando reduzia a capacidade de resistência de suas vítimas, dopando-as, no golpe conhecido como “boa noite cinderela”.
Foi apurado que o investigado teria praticado outros crimes utilizando nomes falsos, e  que ele e sua companheira estariam movimentando recursos consideráveis, inclusive transitando pelas fronteiras com o Uruguai e Paraguai,.

É procedente dizer que a informação foi fornecida pela Agência de Noticias da Polícia Federal. Edição para OIPOL, Luján Frank Maraschio.

12039211_1010729348947797_4881491765367801011_n
Patrocinado. Carreiras no OIPOL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: