Agentes federais investigam atentado contra testemunha de inquérito sigiloso

Foto Polícia Federal do Brasil - - - -
Foto Polícia Federal do Brasil. 

São Borja/RS – Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal deflagrou na quarta-feira (22/5) a Operação Junguzu, para apurar o atentado ocorrido em abril deste ano, no município de Capão do Cipó, contra uma testemunha de um inquérito que tramita em sigilo na Polícia Federal em São Borja.

Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão temporária, no município de Tupaciretã/RS. Participaram da ação 15 policiais federais, oito policiais civis e seis policiais militares.

Foram apreendidos telefones celulares, pequena quantidade de maconha e uma balança digital.

Jugunzu, em dialeto angolano, significa jagunço, pistoleiro.

Cabe assinalar que a informação foi fornecida pela Agência de Noticias da PF e Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul. Edição para OIPOL, Luján Frank Maraschio.

Foto OIPOL
Carreiras em OIPOL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: