Diversas operações no combate ao crime organizado no Brasil

  • Federais em ação contra facção criminosa que traficava drogas no Rio Grande do Norte
  • Deflagração em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, a Operação Síderos, com o objetivo de combater o tráfico de drogas

SONY DSCNatal/RN – Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16/10) a Operação Narco Trucks, objetivando desbaratar um grupo criminoso dedicado ao tráfico de entorpecentes e à lavagem de capitais no Rio Grande do Norte.

Cerca de 90 policiais federais cumpriram, com apoio do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da PM/RN, nas cidades de Natal, São José de Mipibu, Tibau do Sul, Parnamirim, Macaíba, Brejinho e Baía Formosa, 20 mandados judiciais de busca e apreensão e 13 mandados de prisão preventiva, além de medidas de sequestro de bens e bloqueios de contas dos suspeitos.

As investigações tiveram início em 2017, quando a Polícia Federal apreendeu na zona rural de Macaíba/RN, Região Metropolitana de Natal, aproximadamente 30 kg de cocaína, além de rascunhos e documentos da contabilidade de traficantes detidos naquela ocasião.

Elementos de provas existentes nos autos apontam que o principal alvo preso na operação de hoje seria, ainda, líder de um grupo criminoso com atuação no Paço da Pátria e apontado como fornecedor de drogas de uma facção criminosa do RN.

Durante o cumprimento dos mandados, a PF também prendeu um investigado acusado de tráfico que fornecia drogas para Natal e outros municípios como São José do Mipibu, Brejinho e Tibau do Sul, além de ser um dos principais abastecedores de cocaína da praia de Pipa, no Litoral Sul Potiguar.

Os presos estão sendo indiciados e vão responder pelos crimes de tráfico de entorpecentes, lavagem de capitais e organização criminosa, cujas penas máximas, somadas, podem alcançar até 33 anos de reclusão.

O nome da operação remete ao fato de que 90% do tráfico realizado por esta quadrilha era feito através de caminhões (Truck, em inglês).

Tráfico de drogas em Volta Redonda

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16/10), em Volta Redonda/RJ, a Operação Síderos, com o objetivo de combater o tráfico de drogas. Foram cumpridos 59 mandados de busca e apreensão e 57 mandados de prisão preventiva expedidos pela 2ªVara Criminal em Volta Redonda/RJ. O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro participa das ações.

As investigações foram iniciadas a partir de elementos coletados na fase final da denominada Operação Camará, deflagrada pela PF no segundo semestre de 2017, também no combate a crimes ligados ao tráfico de entorpecentes. Os dados indicaram a existência de ramificações da quadrilha investigada no município de Resende/RJ e na capital fluminense.

Apurou-se que os investigados remetiam valores da chamada caixinha para o munícipio de Resende, onde é baseada a liderança sul fluminense de um grupo criminoso que operava vinculado à importante facção criminosa de tráfico de drogas e de armas no Estado do Rio de Janeiro. No decorrer das investigações, a PF verificou que o alcance territorial da atuação do grupo incluía diversos bairros do referido munícipio estendendo-se para as localidades de Divisa, Belmonte, Jardim Belmonte, Retiro, Água Limpa e Siderlândia.

A identificação do fluxo dos carregamentos de drogas demonstrou que esses eram enviados, juntamente com armamentos, a partir do sul do estado para a capital fluminense. As provas obtidas pela PF foram robustecidas com diversas apreensões de drogas, armas e munições efetuadas por forças estaduais no decorrer dos últimos meses. Verificou-se também que, entre as práticas do grupo, estava o uso de menores para atuar no tráfico de drogas.

Os presos responderão, na medida de suas participações, sobretudo pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, dentre outros.

Vale lembrar que no decorrer da investigação foram elucidados dois homicídios praticados em Resende e em Volta Redonda por membros da organização criminosa.

O nome da operação, SÍDEROS, é uma referência à principal área de atuação de traficantes de drogas – Siderlância, localidade do munícipio de Resende/RJ

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Norte e Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Edição para OIPOL, Luján Frank Maraschio.

Cpu-736WcAAcggt
Equipamento OIPOL, veja.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: