Intensificam a guerra contra o crime na Região Nordeste do Brasil

  • Sergio Moro determina que PF, PRF e Depen auxiliem na segurança do Ceará
  • Força Nacional está mobilizada em caso de agravamento de ataques
a foto agencia Brasil -----
Ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, Sergio Moro. Foto Agência Brasil (EBC).

Rio de Janeiro – O ministro da Justiça e Segurança Pública do Brasil, Sergio Moro, determinou o dia 3) de janeiro que a Polícia Federal (PF), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) tomem as providências necessárias para auxiliar o Ceará no combate aos atos de violência ocorridos ao longo do dia.

Segundo nota divulgada pelo Ministério da Justiça, a decisão visa dar apoio imediato ao estado, solicitado pelo governador Camilo Santana. O governador enviou ao Ministério da Justiça pedido de envio de homens da Força de Segurança Nacional após a explosão de uma bomba em uma pilastra de um viaduto em Caucaia, região metropolitana de Fortaleza, e o incêndio de dois ônibus.

Moro decidiu que a PF, PRF e o Depen “atuarão na investigação e repressão aos crimes registrados, incluindo a disponibilização de vagas no sistema penitenciário federal” e sugeriu que Santana formasse um gabinete de crise, com a integração das forças policiais federais e estaduais.

Quanto ao pedido de envio da Força Nacional para o Ceará, a nota do Ministério da Justiça informa que ela está “mobilizada para se deslocar ao estado em caso de deterioração da segurança”.

Ao longo dia, ocorreram mais crimes contra patrimônios públicos na capital cearense e região metropolitana. Sete adultos foram presos e quatro adolescentes, apreendidos por suposta participação nas ações criminosas, que teriam sido convocadas por facções criminosas.

Atentados

iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii i
Força de Segurança Nacional. Foto Agência Brasil (EBC).

Uma bomba explodiu, ônibus e vans foram incendiados em Fortaleza.

O governador do Ceará, Camilo Santana, enviou nos últimos dias ao Ministério da Justiça pedido de envio de homens da Força de Segurança Nacional após a explosão de uma bomba em uma pilastra de um viaduto em Caucaia, região metropolitana de Fortaleza, e o incêndio de dois ônibus e uma van. O Ministério da Justiça e Segurança Pública está analisando o pedido.

No portal do governo e em sua conta no Facebook, Camilo Santana descreveu que solicitou “apoio do governo federal, através do reforço de homens da Força Nacional de Segurança, Exército e Força de Intervenção Integrada (FIPI)”.

Para reforçar a segurança no estado, o governador também anunciou “a nomeação imediata da turma de 220 novos agentes penitenciários, antes prevista para março” e “a imediata nomeação dos 373 novos policiais militares, já formados, para atuação nas ruas”.

O defensor público Emerson Castelo Branco, que atua em presídios no estado, disse que “as causas dos incidentes ainda tem que ser apuradas”. Ele, no entanto, assinala que os incidentes ocorrem após a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária ter anunciado “endurecimento” na atuação nos presídios, 12 no total.

A imprensa local aponta que “facções” que atuam nos presídios comandaram os episódios de violência. No Ceará, atuam três facções de criminosos, duas de caráter nacional e uma local.

Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará informou que dez ônibus foram incendiados. Mais de uma dezena de pessoas foram presas ou apreendidas por suposto envolvimento com os atentados. Há adultos e adolescentes sob investigação.

É procedemnte assinalar que a informação foi facilitada pela Agência Brasil. Colaborou Renata Aline Cavalcante, repórter do Radiojornalismo da EBC. Edição em idioma português para OIPOL, Luján Frank Maraschio.

Damon
Área Equipamentos OIPOL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: