Brasil investiga ilícita de votos nas eleições de 2018

  • Operação Cícero II, da Polícia Federal, investiga esquema de fraudes no procedimento lecionário
A Foto Políacia Federal do Brasil - - --- - -
Foto Polícia Federal do Brasil

Macapá/AP – A Polícia Federal deflagrou  o dia 9 de abril a segunda fase da Operação Cícero, com objetivo de combater esquema criminoso de captação ilícita de votos durante o primeiro turno das eleições gerais de 2018, em Macapá/AP.

Policiais federais dão cumprimento a oito mandados de busca e apreensão, na cidade de Macapá/AP, expedidos pela Justiça Eleitoral.

A partir da análise dos materiais e equipamentos colhidos na primeira fase da Operação Cícero, foi apurado que uma deputada federal eleita orientava os demais integrantes do esquema sobre a entrega de vantagens em troca da obtenção de votos. Ao menos R$ 200 mil foram empregados na captação ilícita de votos.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de associação criminosa, compra de votos e transporte coletivo de eleitores. Se condenados, poderão cumprir pena de até 13 anos de reclusão.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada pela Comunicação Social da Polícia Federal  do Brasil, no Amapá. Edição Área Jornalística da OIPOL.

A Logo PT - 0
Venha formar parte da OIPOL, muitos benefícios para associados…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: