Parceria EUA e Peru para aumentar intercâmbio de dados espaciais

O Comando Espacial dos EUA deu mais um passo para expandir sua rede internacional de intercâmbio de dados espaciais, dessa vez com o Peru.

O Brigadeiro da Força Aérea do Peru Javier Tuesta Márquez, membro da Comissão Nacional para Pesquisa e Desenvolvimento Aeroespacial (CONIDA, em espanhol) da República do Peru, e o Contra-Almirante da Marinha dos EUA Marcus A. Hitchcock, diretor de Estratégia, Planos e Política do Comando Espacial dos EUA (USSPACECOM, em inglês), assinaram em conjunto o memorando de entendimento entre as duas entidades.

PER-1-500x667
O Brigadeiro da Força Aérea do Peru Javier Tuesta Márquez, membro da Comissão Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Aeroespacial da República do Peru, assinou recentemente um memorando de entendimento para o intercâmbio de dados espaciais entre seu país e os Estados Unidos. (Foto: Gabinete de Relações Públicas do Comando Espacial dos EUA)

“O Peru deu hoje um importante passo para promover a conscientização do domínio espacial como um todo”, declarou o C Alte Hitchcock. “O USSPACECOM aguarda ansiosamente esse novo relacionamento com a República do Peru e a CONIDA. Isso proverá informações essenciais para a nossa crescente rede de nações que viajam ao espaço, garantindo a sustentabilidade do domínio e a continuidade da segurança de todos os recursos que estão em órbita.”

A CONIDA é a principal agência para todas as atividades espaciais do Peru e é a sede da Agência Espacial Peruana. Fundada em 1974, a comissão agora está sob a égide do Ministério da Defesa do Peru.

“Através desse acordo, o Peru busca fortalecer suas capacidades espaciais e contribuir para a segurança espacial global”, disse o Brig Tuesta Márquez.

A missão da CONIDA é “promover, investigar, desenvolver e disseminar a ciência e a tecnologia espaciais, criando produtos e serviços que contribuam para o desenvolvimento socioeconômico e a segurança da nação, com o fim de promover seu posicionamento espacial na região”.

O acordo de intercâmbio de dados demonstra a crescente importância da segurança no domínio espacial para todas as nações responsáveis pelas atividades espaciais. Esse acordo permitirá que o Peru tenha acesso aos dados disponíveis de rastreio de satélite da mais alta qualidade, para oferecer-lhes apoio com o PerúSat-1 e seu eventual seguimento, e fornecerá uma interligação com os especialistas do 18º Esquadrão de Controle Espacial. Além disso, o Acordo de Consciência Situacional Espacial (SSA, em inglês) permite ao Peru solicitar os sete serviços avançados disponíveis apenas para os participantes do acordo.

Incluindo o Peru, 25 nações estrangeiras aderiram à rede espacial do SSA de intercâmbio de dados e segurança para os vôos espaciais. Essa colaboração crucial ajuda a manter um quadro sólido do domínio espacial. Esses países incluem: Alemanha, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Chile, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Finlândia, França, Israel, Itália, Japão, Luxemburgo, Nova Zelândia, Noruega, Países Baixos, Polônia, Reino Unido, República da Coreia, România e Tailândia.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada por Gabinete de Relações Públicas do Comando Espacial dos EUA. Edição, Área Jornalística Oipol.

Vistos 0
Oipol / Oitravels, Serviços Migratórios realiza a documentação para estrangeiro no Brasil. Veja aqui…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: