Novamente Rio de Janeiro no alvo

  • Polícia Federal investiga furto de cartões de crédito enviados pelos Correios
  • Suspeita é de organização aliciava funcionários para cometer crime

Policiais federais cumprem o dia 24 de junho um mandado de prisão e três de busca e apreensão contra suspeitos de furtos de cartões de crédito enviados pelo correio. Segundo a Polícia Federal (PF), a ação visa a desarticular organização criminosa que aliciava funcionários dos Correios para cometerem o crime.

De acordo com a PF, os cartões furtados são usados para cometer fraudes. A investigação começou em 2019, quando houve a prisão em flagrante de um funcionário dos Correios, quando ele entregava para um sargento da Marinha 300 correspondências bancárias com cartões extraviadas de um setor da empresa. O militar também foi preso.

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e estão sendo cumpridos em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e na zona norte da capital.

Na operação de hoje foram apreendidos documentos, celulares e computadores que serão objeto de análise e perícia técnica.

Quadrilha desviava cartões de crédito remetidos pelos Correios no Rio

ciencias_forenses_diagrama1-1f52a8f2643fe0f32415442103648875-1024-1024
Foto Agência Brasil (EBC)

Policiais federais prenderam o dia 14 de outubro do 1019 dois suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em desviar cartões de crédito que eram remetidos por bancos através dos correios. Um deles é funcionário da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e outro é um militar da Marinha brasileira.

De acordo com a Polícia Federal, o funcionários dos Correios trabalhava no setor de cartas registradas. Ele aproveitava seus conhecimentos sobre o conteúdo das correspondências e desviava aquelas que tinham cartões. Outros integrantes do grupo criminoso usavam os cartões para fazer compras e realizar fraudes pela internet.

Na ação, a Polícia Federal encontrou cerca de 300 cartões que seriam desviados para o outro suspeito, o militar da Marinha, em um shopping da zona norte da cidade. A investigação estima que tenham sido desviados milhares de cartões nos últimos meses e busca outros integrantes da quadrilha.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada por Agência Brasil (EBC). Edição, Área Jornalística Oipol.

Afiliación Oipol Tres idiomas
Aqui pode fazer sua membresia…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: