Países vizinhos do Irã apoiam extensão do embargo de armas

ShareAmerica -10 de agosto de 2020 – Várias nações do Oriente Médio estão pressionando o Conselho de Segurança da ONU para renovar o embargo de armas contra o regime do Irã, alegando que deixar a restrição caducar causaria “anarquia”.

Arábia Saudita, Bahrein e Israel pediram a renovação do embargo, que está previsto para expirar em outubro. Esses países culpam os líderes iranianos por armarem combatentes terroristas e mandatários, e dizem que permitir que o regime compre sistemas de armas avançados vai colocar a região em perigo.

O “padrão de comportamento iraniano visa criar anarquia na região ao apoiar e promover grupos ilegais, quer sejam no Iêmen, no Líbano, na Síria ou no Iraque”, disse Abdallah Al-Mouallimi, representante da ONU na Arábia Saudita, em 1 de julho, segundo reportagens da imprensa*. “Só podemos supor como esse comportamento se desenvolveria (…) caso a proibição de armas for suspensa em outubro.”

Em um comunicado conjunto em 29 de junho com os Estados Unidos, Bahrein declarou que o armamento de terroristas e combatentes mandatários* por parte do regime iraniano mina a segurança de Bahrein.

“Ao reconhecer a grave ameaça imposta por transferências de armas feitas pelo Irã na região em termos gerais e no Bahrain especificamente, os Estados Unidos e Bahrein conclamam o Conselho de Segurança da ONU a estender o embargo de armas imposto ao Irã antes que expire”, informou o comunicado conjunto.

RTS3GLCCa-1024x683
Autoridades dos EUA e da Arábia Saudita em Riad em 29 de junho examinam destroços de mísseis balísticos e armas lançadas na Arábia Saudita (© Ahmed Yosri/Reuters)

Apelos dos vizinhos do Irã  para estender o embargo reforça os alertas dos EUA de que permitir que o principal Estado patrocinador de terrorismo do mundo compre e venda armas convencionais avançadas livremente ameaçaria a paz e a segurança. Essas armas podem incluir aeronaves de combate, navios de guerra, submarinos e mísseis guiados.

A ONU descobriu recentemente que o regime iraniano arma grupos mandatários em violação do embargo e que as armas apreendidas na costa do Iêmen em novembro de 2019 e em fevereiro eram de origem iraniana. A ONU também confirmou que as armas usadas para atacar campos de petróleo sauditas no ano passado eram advindas do Irã.

Se o embargo expirar, o Irã poderá vender armas livremente visando fomentar conflitos por toda a região, inclusive para os rebeldes houthis no Iêmen e para o Hezbollah no Líbano, afirmam autoridades dos EUA.

O secretário de Estado dos EUA, Michael R. Pompeo, afirmou que os EUA vão circular uma resolução da ONU visando estender o embargo, mas que têm também competência jurídica para estender unilateralmente a restrição. “De um jeito ou de outro, faremos o que é certo”, disse Pompeo em 5 de agosto. “Vamos garantir que o embargo seja estendido.”

 

Tuíte:

Ministério das Relações Exteriores de Israel: A comunidade internacional deve estender o embargo de armas ao Irã. Caso contrário, em outubro de 2020, o regime vai: ampliar seu arsenal militar; adquirir armas avançadas que serão transferidas para seus mandatários terroristas, ameaçando a região e outros lugares. @IsraelMFA https://t.co/bbd7Mjgm78 pic.twitter.com/QHOexdfyMx

O representante de Israel na ONU, Danny Danon, também pediu a renovação do embargo.

“Acreditamos que os iranianos não representam apenas uma ameaça para Israel, mas para toda a comunidade do mundo”, disse ele ao Washington Post em 14 de julho. “Nós encorajamos todos os países a apoiarem a posição dos EUA e não permitirem que o Irã continue e aumente o envolvimento no fornecimento de armas para diferentes grupos no Oriente Médio.”

É procedente assinalar que a informação foi facilitada por ShureAmerica. Edição, Área Jornalística Oipol.

Afiliación Oipol Tres idiomas
Aqui pode fazer sua membresia…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: