Autoridades de Costa Rica desarticulam rede do narcotráfico

No início de julho, a Polícia de Controle de Drogas da Costa Rica (PCD), com a cooperação dos Estados Unidos e de autoridades antidrogas colombianas, desarticulou uma estrutura do narcotráfico que se dedicava a transportar cocaína e maconha via marítima, aérea e terrestre para os EUA e o México. Doze pessoas, todas costarriquenhas, foram capturadas durante a Operação Ar, informou o Ministério da Segurança Pública da Costa Rica em sua página no Facebook.

“A Polícia de Controle de Drogas realizou 12 invasões no dia de hoje [9 de julho] com o objetivo de deter diversas pessoas que fazem parte de uma estrutura criminosa radicada no país, mas com ramificações na Colômbia”, disse Michael Soto Rojas, ministro da Segurança Pública da Costa Rica, em sua conta no Facebook.

“Essa estrutura operava na Colômbia, onde despachava remessas de cocaína e maconha, principalmente por via marítima, para o território costarriquenho e, uma vez no território costarriquenho, armazenava a droga que seria posteriormente enviada por via aérea. Os criminosos operavam principalmente no Pacífico sul, central e norte, e a organização estava bem consolidada naquela região”, explicou Soto.

De acordo com o portal costarriquenho crhoy.com, os narcotraficantes utilizavam principalmente pequenas aeronaves ou ultraleves para transportar a droga. A PCD e a Promotoria Adjunta contra o Narcotráfico e Crimes Conexos realizaram as invasões nas regiões de Guanacaste, Heredia, Coronado e em quatro celas do complexo penal de Liberia, informou o portal de notícias.

A PCD determinou em sua investigação que a organização criminosa, além de ter contatos na Colômbia, tinha também vínculos no Panamá, México, Nicarágua e Honduras, segundo o jornal argentino La Nación. O trabalho de inteligência também comprovou que a organização utilizava salões de beleza, barbearias e empresas de dedetização aérea, ao mesmo tempo em que alugava grandes extensões de terreno para o cultivo de frutas cítricas, para justificar sua renda, informou o jornal.

A Costa Rica, de acordo com o Relatório Estratégia Internacional de Controle de Narcóticos 2020 do Departamento de Estado dos EUA, é um país importante para o trânsito de drogas que saem da América do Sul para os EUA e a Europa, devido à sua localização e território marítimo no Pacífico e no Caribe.

Segundo o site crhoy.com, o ministro Soto disse que entre janeiro e o início de julho de 2020, as autoridades apreenderam 25 toneladas de drogas entre cocaína e maconha, e ele prevê que esse número poderá ultrapassar as 40 toneladas apreendidas em 2019.

É procedente assinalar que a informação foi facilitada por Juan Delgado/Diálogo. Edição, Área Jornalística Oipol.


Oipol Equipamentos, está expandiendo suas atividades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: