Washington acusam Teerão de assassinar antigo agente do FBI

  • Bob Levinson desapareceu há 13 anos na ilha de Kish, no Golfo.

Voa News / Edição, Área Jornalística Oipol – O Governo dos Estados Unidos acusou o Irão de envolvimento na “possível morte” do ex-agente da polícia federal de investigação, FBI, Bob Levinson, desaparecido há 13 anos.

Nesta segunda-feira, 14, a Administração Trump impos sanções a dois agentes dos serviços de inteligência do Irão, onde, segundo Washington, há pelo menos três americanos detidos no país.

“O Governo do Irão prometeu ajudar a trazer Bob Levinson para casa, mas nunca cumpriu”, afirmou Christopher Wray, director do FBI, em comunicado.

“A verdade é que agentes da Inteligência iraniana, com a aprovação de altos funcionários iranianos, estão envolvidos no sequestro e na prisão de Bob”, acrescentou.

Numa conversa com repórteres, outro funcionário de alto escalão de Washington informou que o “Governo americano concluiu que todas as evidências parecem indicar que Bob morreu em cativeiro”.

O Governo americano sempre afirmou que Levinson não trabalhava para a Administração quando desapareceu em março de 2007, na ilha de Kish, no Golfo Pérsico.

Ele havia se refirmado do FBI 10 anos antes.

Entretanto, o jornal “The Washington Post” escreveu que ele trabalhava para a CIA e reunia-se com um informante para discutir o programa nuclear iraniano.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: