O USS William P. Lawrence treina novamente com a Marinha do Brasil

Juntos somos mais fortes!..

Por Forças Navais do Comando Sul dos EUA/4ª Frota dos EUA / Edição Oipol – O destroier de mísseis guiados classe Arleigh Burke USS William P. Lawrence (DDG 110) e o BNS Brasil (U27) realizaram um exercício de passagem (PASSEX) no Oceano Pacífico, no dia 15 de dezembro de 2020.

O BNS Brasil é uma fragata brasileira de treinamento com uma tripulação de aproximadamente 450 pessoas, que atualmente realiza seu cruzeiro de treinamento anual de guardas-marinhas (MTC, em inglês). No encerramento do MTC, os guardas-marinhas receberão sua graduação de oficiais e servirão a bordo de navios e outras organizações militares no Brasil.

O PASSEX foi uma oportunidade de fortalecimento da prontidão para as forças dos EUA e do Brasil e permitiu um valioso treinamento de manuseio de embarcações para os tripulantes do USS William P. Lawrence e os futuros oficiais a bordo do BNS Brasil.

“Trabalhar com nossos parceiros brasileiros é sempre uma experiência inestimável”, disse o Capitão de Fragata Dawn Allen, oficial comandante do USS William P. Lawrence. “Planejar e executar treinamentos marítimos fortalece nossa prontidão tática e exercita o comando e o controle operacional.”

O PASSEX permitiu a cada embarcação a oportunidade de participar de uma série de oito manobras táticas de divisão planejadas e coordenadas.

Essa foi a segunda vez em que o USS William P. Lawrence e o BNS Brasil operaram juntos na área de operações da 4ª Frota dos EUA, pois haviam realizado um PASSEX similar no dia 28 de outubro.

O USS William P. Lawrence está destacado na área de operações da 4ª Frota dos EUA em apoio à missão da Força-Tarefa Conjunta Interagencial Sul, que inclui o combate ao tráfico ilícito de drogas no Caribe e no leste do Pacífico.

As Forças Navais do Comando Sul dos EUA/4a Frota dos EUA apoiam as operações militares conjuntas e combinadas do Comando Sul dos EUA, com o emprego de forças marítimas em operações de cooperação de segurança marítima para manter o acesso, melhorar a interoperabilidade e criar parcerias duradouras, com o objetivo de fortalecer a segurança regional e promover a paz, a estabilidade e a prosperidade na região do Caribe, da América Central e da América do Sul.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: